página principal

 

ORAÇÃO PEDINDO GRAÇAS
PELA INTERCESSÃO DA SANTA IRMÃ FAUSTINA


 

Ó Jesus, que fizestes de Santa Faustina
uma grande devota da Vossa imensurável misericórdia,
dignai-vos, por intermédio dela,
caso isso esteja de acordo com a Vossa santíssima vontade,
conceder-me a graça ......................, que Vos peço.
Eu, pecador, não sou digno da Vossa misericórdia,
mas olhai para o espírito de sacrifício e devotamento da Irmã Faustina
e recompensai a sua virtude atendendo aos pedidos
que por sua intercessão com confiança Vos apresento.

Pai nosso..., Ave Maria... , Glória ao Pai...



ORAÇÃO PARA PEDIR GRAÇAS
PELA INTERCESSÃO DO BEATO PE. MIGUEL SOPOCKO



Deus Misericordioso,
que fizestes do beato pe. Miguel Sopocko
um apóstolo da Vossa infinita Misericórdia
e um fervoroso devoto de Maria, Mãe de Misericórdia,
fazei com que − para a propagação da Vossa Misericórdia
e para que se desperte a confiança em Vossa paternal bondade
− eu alcance pela sua intercessão a graça...,
que Vos peço por Cristo Senhor nosso. Amém.

Pai nosso..., Ave Maria..., Glória ao Pai...



ORAÇÃO PEDINDO A PROTEÇÃO
E A INTERCESSÃO DA MÃE DE MISERICÓRDIA



Ó Senhora minha, Santa Maria!
À Vossa graça, à Vossa especial vigilância e misericórdia hoje,
todos os dias e na hora da minha morte recomendo
o meu corpo e a minha alma.
Todas as minhas esperanças e os meus consolos,
todas as aflições e sofrimentos,
a vida e o fim da minha vida confio a Vós,
para que pelos Vossos méritos todos os meus atos sejam praticados
e guiados segundo a vontade Vossa e de Vosso  Filho. Amém.



ORAÇÕES DE SANTA IRMÃ FAUSTINA

  “Ó Jesus estendido na cruz, suplico-Vos, concedei-me a graça de sempre, em toda parte e em tudo cumprir fielmente a Santíssima vontade de Vosso Pai. E, quando essa vontade de Deus me parecer penosa e difícil de cumprir, então suplico-Vos, Jesus, que das Vossas Chagas desça para mim força e vigor, e que a minha boca repita: Seja feita a Vossa vontade, Senhor. (...) Jesus cheio de compaixão, concedei-me a graça de me esquecer de mim mesma, a fim de viver inteiramente para as almas, ajudando-Vos na obra da salvação, segundo a santíssima vontade de Vosso Pai...” (Diário, 1265).


“Desejo transformar-me toda em Vossa misericórdia, para tornar-me o Vosso reflexo vivo, ó meu Senhor! Que a Vossa misericórdia, que é insondável e de todos os atributos de Deus o mais sublime, se derrame do meu coração e da minha alma sobre o próximo.
Ajudai-me, Senhor, para que os meus olhos sejam misericordiosos, de modo que eu jamais suspeite nem julgue as pessoas pela aparência externa, mas perceba a beleza interior dos outros e possa ajudá-los.
Ajudai-me, Senhor, para que os meus ouvidos sejam misericordiosos, de modo que eu esteja atenta às necessidades dos meus irmãos e não me permitais permanecer indiferente diante de suas dores e lágrimas.
Ajudai-me, Senhor, para que a minha língua seja misericordiosa, de modo que eu nunca fale mal dos meus irmãos; que eu tenha para cada um deles uma palavra de conforto e de perdão.
Ajudai-me, Senhor, para que as minhas mãos sejam misericordiosas e transbordantes de boas obras, nem se cansem jamais de fazer o bem aos outros, enquanto aceite para mim as tarefas mais difíceis e penosas.
Ajudai-me, Senhor, para que sejam misericordiosos também os meus pés, para que levem sem descanso ajuda aos meus irmãos, vencendo a fadiga e o cansaço (...)
Ajudai-me, Senhor, para que o meu coração seja misericordioso e se torne sensível a todos os sofrimentos do próximo. (...) Ó meu Jesus, transformai-me em Vós, porque Vós tudo podeis” (Diário, 163).


“Ó Jesus, desejo viver o momento presente, viver como se este dia fosse o último da minha vida: aproveitar cuidadosamente cada momento para a maior glória de Deus; fazer uso de cada circunstância, de tal maneira que a alma possa tirar proveito. Olhar para tudo do ponto de vista de que nada suceda sem a Vontade de Deus. Deus de insondável misericórdia, envolvei o mundo todo e derramai-Vos sobre nós, pelo compassivo Coração de Jesus” (Diário, 1183).


“Ó Deus de grande misericórdia, bondade infinita, eis que hoje a Humanidade toda clama do abismo da sua miséria à Vossa misericórdia, à Vossa compaixão, ó Deus, e clama com a potente voz da sua miséria. Ó Deus clemente, não rejeiteis a oração dos exilados desta Terra. Ó Senhor, bondade inconcebível, que conheceis profundamente a nossa miséria e sabeis que, com nossas próprias forças, não temos condições de nos elevar até Vós, por isso Vos suplicamos: adiantai-Vos ao nosso pedido com a Vossa graça e aumentai em nós sem cessar a Vossa misericórdia, a fim de que possamos cumprir fielmente a Vossa santa vontade durante toda a nossa vida e na hora da morte. Que o poder da Vossa misericórdia nos defenda dos ataques dos inimigos da nossa salvação, para que aguardemos com confiança, como Vossos filhos, a Vossa vinda última, dia que somente Vós conheceis...” (Diário, 1570).



FRUTOS DA ORAÇÃO

“É pela oração que a alma se arma para toda espécie de combate. Em qualquer estado em que se encontre, a alma deve rezar. Tem que rezar a alma pura e bela, porque de outra forma perderia a sua beleza; deve rezar a alma que está buscando essa pureza, porque de outra forma não a atingiria; deve rezar a alma recém-convertida, porque de outra forma cairia novamente; deve rezar a alma pecadora, atolada em pecados, para que possa levantar-se. E não existe uma só alma que não tenha a obrigação de rezar, porque toda a graça provém da oração” (Diário, 146).


“...a alma deve ser fiel à oração, apesar dos tormentos, da aridez e das tentações, porque em grande parte e principalmente de uma oração assim depende, às vezes, a concretização de grandes desígnios de Deus. E, se não perseveramos nessa oração, transtornamos o que Deus queria realizar através de nós, ou em nós. Que toda alma se lembre destas palavras: E, estando em agonia, rezou mais longamente” (Diário, 872).



“Devemos rezar, muitas vezes, ao Espírito Santo pedindo a graça da prudência.
A prudência compõe-se de: ponderação, consideração inteligente e propósito firme. Sempre a decisão final pertence a nós” (Diário, 1106).

 

 

<< tabela de conteúdo

 

Para cima

 

Direitos de autor protegidos: © edição do texto − Urszula Grzegorczyk
Consultoria − Irmã Maria Kalinowska, Congregação das Irmãs de Jesus Misericordioso
Cópia dos textos permitida exclusivamente com o fornecimento do nome completo da fonte de origem
© Tradução: Prof. Mariano Kawka, Mariana Biela